quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Ritual de dedicação


O paganismo não é exatamente uma religião, embora muitas pessoas adorem afirmar isso. É uma cultura e como tantas outras formas de cultura é preciso acima de tudo, atenção para com todas as informações existentes acerca do tema, por isso há um Ritual de dedicação que marca exatamente o momento em que iremos nos dedicar a aprender e compreender os seus muitos mistérios. Por fim, esse tempo que dura 13 luas – nos leva a um comprometimento e este por sua vez, nos leva de encontro a uma certeza: é isso mesmo que eu quero e desejo pra mim?
O paganismo não apresenta a você um manual de procedimento: é tudo muito intuitivo e você é levado ao encontro de um desafio pessoal: libertar-se dos dogmas que você trás consigo. Sim, porque a grande maioria de nós cresce ouvindo falar em um Deus acima de tudo e de todos, respeitamos uma imagem feminina, mas não temos a menor noção da amplitude disso tudo…
O paganismo rompe com conceitos pré estabelecidos e nos força a ampliar nossa visão sobre como são realmente as coisas.
E há um outro lado muito mais difícil que é lidar com o preconceito das pessoas para com esta cultura. Já que muitos livros citam bruxas como sendo criaturas demoníacas e há muitas pessoas que se incomodam com algo que elas não conhecem e não se mostram dispostas a conhecer. Ampliar o próprio horizonte nem sempre é uma tarefa fácil.
Mas voltando ao tema desse post, o Ritual de dedicação é algo simples e pode ser feito por qualquer pessoa na Lua Cheia, num dos oito Sabbats ou no dia de seu aniversário.
Para fazer o Ritual de dedicação, você deve escolher um lugar que tenha algum tipo de identificação para com você. Feito isso, tome contato com ele através do olhar e esteja certo de que sempre poderá ir até ele quando sentir vontade…
Faça uma colheita junto a natureza de folhas e pétalas e prepare um banho de purificação. Esquente a água e quando esta estiver fervendo, coloque as folhas e as pétalas, tampe e deixe ali por alguns segundos. Aprecie essa transformação atentamente porque absolutamente tudo no paganismo é transformação.
Tome o seu banho e vá para o local escolhido, respire fundo, fique em silêncio e faça uma meditação lenta buscando sentir o local, buscando sentir você fazendo parte desse local, buscando sentir as energias a sua volta…
Depois de alguns segundos diga em voz alta:
Nesse local que a partir de hoje é sagrado para mim
Eu abro minha mente, meu corpo e meu coração para esse novo caminho
Que os muitos mistérios dessa Arte se apresentem a mim
E que eu seja sempre digno de todo aprendizado que a mim chegar
Eu prometo dedicar-me aos estudos com afinco
E a partir de hoje estar atento a natureza que esta em mim e a minha volta
Blessed be
A partir disso você deve se comprometer a estudar, pesquisar, envolver-se com a Arte. Ao longo dessas 13 luas, você precisa obter os instrumentos mágicos que achar que deve ter, descobrir qual panteão irá seguir, sabendo que existem vários (celta, grego, egípcio, maia, entre outros) e é preciso descobrir com qual deles você se identifica… E é nesse período também que você começa a confeccionar o seu grimório (o livro das sombras).
Esteja certo que é um momento magico pra você, mas não é nada fácil. O caminho é longo e nem sempre o resultado final é o que você esperava que fosse… Se você cumprir para com este desafio pessoal, estará pronto para se iniciar no caminho da Arte…

Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!