terça-feira, 11 de maio de 2010

Ano sabático

O que é o Ano Sabático?
O ano sabático possui a seguinte mensagem:
“Tudo o que somos e tudo o que fazemos deve ser uma atitude de serviço ao Deus que nos liberta.
Ele consistia numa espécie de sábado ampliado.
Assim como havia de sete em sete dias um sábado, de sete em sete anos se tirava um ano para o descanso da terra, como forma de preservar o campo e contrariar a lógica do lucro feroz. (Lv 25, 1-7).
Depois de sete anos de trabalho, ocorria a libertação de quem era escravo (Dt 15, 12-15), o qual deveria ser assistido para não cair na miséria.”
O sétimo ano de descanso para a terra!
Hoje em dia, muitas pessoas ainda respeitam o Ano Sabático, trabalhando por seis anos consecutivos sem regalias, e descansando e aproveitando a vida no sétimo ano.
Algumas pessoas pedem demissão do seu emprego ao completar seis anos exatos, e retornam a procurar emprego após um ano.
Não existe data certa para iniciar a contagem, só é necessário uma organização financeira para poder sobreviver sem trabalhar por um ano.
Dizem que esta pausa é tão revigorante que quando se retoma a vida profissional, o desempenho é muito maior e a criatividade flui bem mais.
A Bíblia proclama a cada sete anos “o sábado do Senhor” (Lev. 25:1-7, 18-22), durante o qual o solo da Terra de Israel tem de descansar e ficar em repouso. O agricultor é proibido de plantar, semear ou arar, mas tem que confiar na graça de Deus para fornecê-lo com uma colheita tripla no sexto ano de maré sobre ele até a colheita do oitavo ano, torna-se disponível (Lev. 25: 22). A colheita do sétimo ano é considerada como a propriedade comum de todos, ricos e pobres, escravos e estranhos.
Quando todos já estivessem satisfeitos, o resto era para ser deixado para os animais domésticos e silvestres (Levítico 25:4).
Todas as dívidas eram canceladas, porque o ano sabático deixava pendente (Deut. 15:1-11).
Os movimentos de compra e venda, com tudo contaminados com o comércio, era no sétimo ano quando a terra e as pessoas podem se recuperar espiritualmente “uma antecipação de um mundo utópico onde as desigualdades são apagadas “(Shabbat ha-Aretz, p. 8).
A passagem da Bíblia para os conceitos fundamentais sabático é Gênesis 2:2-3 , em que Deus descansou (literalmente, “deixou” de seu trabalho), após a criação do universo, e é aplicado a pessoas (judeu e gentios, escravos e livres) e até mesmo para animais de carga em um dos Dez Mandamentos ( Êxodo 20:8-11 , reafirmada em Deuteronômio 5:12-15 ).
Sábado bíblico é a origem do dia atual prática do “fim de semana, sábado e domingo, em que os trabalhadores não tem o trabalho programado. Considerando que o Shabat (ousábado do sétimo dia ) e Christian Sabbath se são apenas um dia por semana cada, ambos passaram a ser retirado. Entre os cristãos, foi considerado necessário para fazer tarefas de preparação em casa, que permitiria a observância do sábado adequada (ou seja, a cessação do trabalho) no dia seguinte.
Nos últimos tempos, “ano sabático” passou a significar qualquer ausência prolongada na carreira de um indivíduo para alcançar algo. No sentido moderno, tem um ano sabático geralmente para cumprir algum objetivo, por exemplo, escrever um livro ou viajar extensivamente para a investigação.
Algumas universidades e outras entidades patronais institucionais de cientistas, médicos e / ou acadêmicos oferecem a oportunidade de beneficiar de licença sabática paga como um benefício do empregado, chamado de licença sabática.
Algumas empresas oferecem sabáticos não remunerados para pessoas que desejam fazer interrupções de carreira, esta é uma tendência crescente no Reino Unido, com 20% das empresas terem uma política de interrupção de carreira, e mais 10%, considerando a introdução de um.

Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!