sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Feliz Lammas!!!




É a festa nórdica que corresponde ao Lughnassadh celta que é comemorado no dia 1º de agosto do hemisfério norte e no dia 2 de fevereiro no hemisfério sul. Na cultura celta este é o festival da Primeira Colheita, quando os primeiros grãos estão sendo colhidos, são assados pães com a farinha desses grãos e alguns são oferecidos como agradecimento.

Na cultura nórdica, Freyfaxi ou Freyfest marcava o início da colheita na Islândia. A comemoração incluía um Blot para Frey, Nerthus, Thor e Sif, corridas de cavalos, competições esportivas e feiras de produtos e ferramentas agrícolas. Antigamente, na Islândia, no mês de agosto (que é quando a festa é comemorada no Hemisfério Norte, onde ficam os países nórdicos), reunia-se o Thing, a assembléia dos governadores locais, dos juízes e dos sacerdotes, que era uma convenção política regional ou nacional, mas também religiosa e folclórica.

O ponto alto da comemoração era uma benção geral, da terra, dos animais e das pessoas, nas quais se invocavam todos os deuses e deusas, começando e terminando com uma homenagem para Tiw. O festival durava de três a quatro dias e sua data variava entre os dia 1º a 23 ou na Lua Cheia de Agosto.
Devido á influência celta, esse festival passou a ser celebrado nos países nórdicos na mesma data que seus equivalentes Lammas ou Lughnassad, no primeiro dia de agosto, e seu enfoque deixou de ser a reunião de Thing e passou a ser uma comemoração da colheita dos cereais, a Erntefest.
Agradecia-se a primeira colheita do trigo, centeio, cevada, aveia ou milho e assavam-se pães dos grãos recém-moidos. Atualmente alguns grupos Asatru celebram, no dia 31 de julho, os deuses Thor e Sif, e em 1 de agosto, Odin e Frigga, Frey e Freyia. Os rituais femininos homenageiam Nerthus, Erda, Fjorgyn, Jord, Sif e Nehelennia.
Nessa data, costumava-se doar comida aos pobres e oferecer à Mãe Terra pãezinhos com desenhos de rodas solares ou suásticas, em sinal de gratidão pelos seus frutos. Das colheitas guardava-se a primeira espiga como amuleto da sorte e deixava-se a última para Sleipnir, o cavalo de Odin.
As runas correspondentes são Ansuz ( de Odin), Uruz e Thurisaz (Thor), Jera (colheita) e Erda (Mãe Terra).

Fonte: Mistérios Nórdicos de Mirella Faur

Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!