sábado, 1 de agosto de 2009

Mimir A Fonte de sabedoria


Conhecido como o mais sábio dos deuses AEsir, Mimir era guardião de uma das fontes que brotava das raízes de Yggdrasil, a árvore cósmica com três raízes que correspondem às três dimensões - deuses, homens e mortos - e interligam os nove mundos. Após o armistício entre os deuses Vanir e AEsir, Mimir e Hoenir foram enviados como reféns para os Vanir. Foi o silêncio de Hoenir que enfureceu os Vanir, que se vingaram cortando a cabeça de Mimir.

Com ervas e encantamentos, Odin preservou a sua cabeça e colocou-a na fonte. Por meio dela, buscava orientação e conselhos para as suas decisões e acções. Para adquirir a essência mágica das runas e obter mais sabedoria, Odin sacrificou um dos seus olhos para beber da fonte encantada, guardada pela cabeça de Mimir. Era nesta fonte, repositório da sabedoria e da memória ancestrais, que se encontravam as runas, as verdades desconhecidas aos homens, essência da sabedoria universal. Ao entregar um olho a Mimir, Odin direcciona a sua visão para dois mundos - o real, que enxerga com o outro olho, e o transcendental, no qual penetra com o olho guardado no fundo da fonte.

A fonte de Mimir representa, portanto, o conhecimento, a sabedoria e a magia de todas as épocas, dimensões e universos, fornecendo informações e auxílio àqueles nela vão beber.

Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!