terça-feira, 20 de outubro de 2009

Significado das flores

Lavanda ou alfazema
Esta flor e amplamente usada para perfumar gavetas e roupas, mas também é útil para se conquistar amor, dinheiro e espíritos prestativos. O nome deriva da palavra latina lavare, "lavar". Os romanos colocavam um ramo de lavanda na roupa suja que ia ser lavada e também entre os lençóis e cobertores. Um símbolo da desconfiança, esta flor era colocada nas casas para se evitar a discórdia conjugal.


lilásLilás
Nativa da Turquia, o nome desta flor deriva da palavra árabe laylak ou da persa nylac, que significa azul. A flor roxa representa o primeiro amor, enquanto a branca simboliza a inocência. Houve época em que se acreditou que estas flores afastassem a Peste Negra.



Lírio
lírioUm antigo selo da cultura monóica retrata sacerdotisas segurando oferendas feitas de lírios-d’agua e figos no templo. Outro selo mostra a Deusa descendo num campo de lírios onde sacerdotisas estão dançando. A flor era consagrada à deusa cretense Britomartis devido à sua poderosa associação com o aspecto feminino. Os gregos acreditavam que o lírio brotava do leite do seio de Hera que caia sobre a terra. Os romanos chamavam esta flor de rosa Junonis, que significa "rosa de Juno". Os cristãos a relacionavam a Maria porque ela simbolizava a pureza.


lírio-do-vale
Lírio-do-vale
Esta flor também e chamada de círio-de-nossa-senhora e convalária. Na Grécia, as sacerdotisas de Hera faziam oferendas de lírios-do-vale para invocar a presença da deusa. Esta flor simbolizava modéstia.



lótusLótus
Possivelmente a flor que encerra os mais antigos significados espirituais, o lótus era sagrado para varias culturas desde o antigo Egito ate as da China e do Japão. Antes do budismo ser levado para a China, o lótus representava o verão, a pureza, a fertilidade, a espiritualidade e o poder criativo.

Um símbolo de pureza espiritual e do centro sagrado, o lótus aberto era considerado sagrado tanto no budismo quanto no hinduismo. O botão representava fertilidade e potencial. No antigo Egito, esta flor simbolizava o sol e a ressurreição do deus Hórus. Ela era tão sagrada que e encontrada pintada e esculpida nos templos e nas tumbas.

Na Índia, a deusa hindu Lakshmi e relacionada com o lótus. Quando associada a Lakshmi, esta flor simboliza o yoni ou útero da criação. Muitas divindades hindus são retratadas sentadas sobre o lótus, que neste caso representa a divindade e o espírito.


ervilha-de-cheiro
Madressilva
O nome botânico desta flor (lonicera caprifolium) significa "flor de cabra". Shakespeare a mencionou com o nome de woodbine (madressilva-dos-jardins). Um símbolo da palavra empenhada, esta flor é associada aos casamentos.



cravoMalva-rosa
Levada para a Europa pelos cruzados, esta flor foi originalmente cultivada pelo sabor das suas folhas na comida. No século XVIII, novas variedades foram trazidas da China. O nome em inglês (hollyhock) deriva de holy (sagrado) aliado a hoc (malva). Ela possui vários significados - fertilidade, criação, abundância e ambição.


ervilha-de-cheiro
Margarida
O nome atual desta flor em inglês (daisy) deriva do inglês antigo daeges ege e significa "olho do dia". Um símbolo de inocência, os cristãos acreditavam que ela era consagrada a Maria Madalena e São João.



cravoMilefólio
Esta flor é conhecida e usada há milênios nos rituais religiosos. Os mais antigos achados arqueológicos do pólen do milefólio foram encontrados nas sepulturas de Neanderthal. Esta flor sempre foi associada à cura e ao estancamento do sangue. Os druidas celtas usavam o milefólio em muitas das suas cerimônias e também era usado para a cura. O nome em inglês, yarrow, deriva da palavra anglo-saxão gearwe, que significa "preparar".

Um dos métodos chineses de adivinhação originalmente usava cinqüenta talos de milefólios secos. Diz-se que quando dado de presente a uma recém-casada, o milefólio traz felicidade. Use-o para quebrar encantamentos e para proteger.


ervilha-de-cheiro
Narciso
Dar um narciso simboliza cavalheirismo. O nome na língua inglesa (daffodil) deriva do inglês antigo affodyle, que significa "chegar cedo". Foram os romanos que introduziram esta flor na Grã-Bretanha.



Papoula cravo
De há muito associada ao sono, ao esquecimento e ao rejuvenescimento, a papoula era uma parte importante dos ritos funerários egípcios. Embora os gregos conhecessem suas propriedades narcóticas e curativas, eles também a ofereciam em altares para Deméter e Ártemis para a fertilidade, e a Perséfone no seu aspecto da morte. Dizia-se que Morfeu, o deus dos sonhos, usava grinaldas de papoula. A papoula vermelha representa consolo; a cor-de-rosa, o sono; e a branca, o tempo.\


ervilha-de-cheiro
Peônia
Conhecida e venerada do Mediterrâneo ao Extremo Oriente, a peônia de há muito é ligada à cura e à magia. A planta, a flor e a semente eram usadas como protelação contra espíritos malignos e desastres naturais, particularmente as tempestades e os naufrágios. De acordo com os chineses, esta flor altamente valorizada pertencia ao principio yin, ou feminino. Esta flor representa a capacidade de guardar um segredo.

cravo
Pervinca
Os italianos chamam esta flor azul de a "flor da morte", enquanto os franceses a conhecem como a "violeta da feitiçaria" e a flor da Virgem. Ela e associada à morte devido a tradição de que as almas dos mortos vivem dentro dela. Ela simboliza um longo relacionamento.


ervilha-de-cheiroPrímula
Outra flor associada às fadas, a tradição diz que devemos colocar uma prímula na soleira da porta para que as fadas abençoem nossa casa. Os alpinistas na Suíça carregam essas flores para afastar a vertigem. Ela é um símbolo do amor que se inicia, do nascimento e das crianças.

cravo

Ranúnculo
Esta flor silvestre é um símbolo de esplendor e luminosidade em uma pessoa ou de uma maneira infantil de apreciar a vida.


ervilha-de-cheiroRosa
Uma das flores mais significativas no Ocidente, a rosa individual representa realização e perfeição. Ela também pode significar o centro místico, o coração e o amor, o renascimento espiritual e a própria alma. A rosa amarela representa o lar e a felicidade doméstica, a vermelha simboliza a beleza e o amor apaixonado. Às vezes chamada de flor de luz, a rosa branca simboliza a pureza e o silêncio no Ocidente, porém a morte no Oriente.

O antigo mito grego diz que a rosa e a anêmona brotaram quando o sangue de Adônis, o amado da deusa Afrodite, foi derramado no solo. A rosa também era consagrada a Atena. Sempre que Hécate era representada usando uma grinalda de rosas, a simbologia envolvida era a do início de um novo ciclo de vida. Quando um carro com a estátua de Cibele era puxado através de Roma durante um ritual especifico, os romanos atiravam rosas no veículo em sua homenagem. Mais tarde, os cristãos reverenciariam a Virgem Maria com rosas de uma maneira bastante semelhante. As divindades associadas a esta flor eram Afrodite, Eros e Vênus. De há muito a rosa é usada como uma erva mágica para o amor e a felicidade no lar.


cravoTulipa
Esta flor é nativa da Pérsia e foi levada para a Europa em 1559 por um homem que as viu num jardim murado em Constantinopla. O nome deriva da palavra turca tulbent (turbante). A flor vermelha simboliza uma declaração de amor, enquanto a amarela significa que seu amor não tem esperança. Outras fontes dizem que a tulipa é um amuleto que traz fama e boa sorte.


ervilha-de-cheiro
Urze
Esta flor cresce agreste no norte da Inglaterra e na Escócia, e dizia-se que era um alimento tradicional das fadas. A variedade vermelha simboliza a paixão, ao passo que a branca significa proteção contra a paixão.



Verbena
cravoUma erva e também uma flor, a verbena era considerada sagrada por muitas culturas que a consideravam uma planta de mistério e encantamento. No Egito, era um símbolo das lágrimas de Ísis. Os sacerdotes gregos a carregavam nas vestes e a usavam para purificar os altares de Zeus. Os druidas celtas e os antigos persas acreditavam que a verbena não apenas purificava como também favorecia as visões e a adivinhação. As igrejas cristãs a usavam na preparação da água-benta. Sendo uma das ervas celtas mais sagradas, a verbena era colocada nos altares como uma oferenda. Queime-a para repelir o ataque psíquico. Ela também é usada para purificar, atrair riqueza e se encontrar o amor.


violeta
Violeta
Usada nos antigos filtros de amor, esta flor simboliza a fidelidade, a modéstia e um amor constante.




Zínia
Esta flor simboliza pensamentos de amigos ausentes. Em 1519, quando os conquistadores estavam explorando o México, eles encontraram zínias, que chamaram de mal de ojos.


Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!