sábado, 16 de janeiro de 2010

Erva-cidreira - melissa officinalis



Ficha técnica

Nome: ERVA-CIDREIRA

Também conhecido como: Melissa, bálsamo-doce, bálsamo de abelha, cidreira, cidrila, melissa romana, cidreira-verdadeira, lemon balm/bee balm/sweet balm (inglês), zitronen melisse (alemão), melisa (espanhol), mélisse (francês), melissa selvatica (italiano), melissae citratae (latim).

Observações: Não confundir erva-cidreira/melissa/lemon balm (melissa officinalis) com capim-cidreira/capim-limão/lemon grass (cymbopogon citratus) nem com erva-cidreira-de-folha/cidrão (lippia alba). Inclusive eu tive uma lippia alba a vida inteira achando que era melissa e descobri agora que não é... Para descobrir: A melissa mesmo tem flores branco-amareladas (embora ela raramente dê flores) e a lippia alba tem pequenas inflorescências lilás. Na medicina alternativa e na culinária elas costumam ser usadas para os mesmos fins, então acho que vou continuar usando a minha lippia como melissa para fins mágicos também...

Nome científico:
melissa officinalis L. Família:Lamiaceae.

Ciclo: Perene.

Constituintes químicos:
ácidos caféico, ácidos rosmarínico, ácido clorogênico, ácidos triterpênicos: ursólico e oleânico; óleo essencial (citral, citronelal, citronelol, pineno, limoneno, linalol e geraniol), glicosídeos flavônicos, resinas, sesquiterpenos (cariofileno e outros), succínico, tanino.

Sexo: Feminino. Planeta: Lua. Elemento: Água.

Deuses relacionados: Eros, Diana, Afrodite, Apolo.

Signos mais favorecidos: ?

Melhor época de colheita e uso: Júpiter em Câncer.

Cuidados: Pessoas com hipersensibilidade à planta.

Usos culinários: Usada largamente bebida em chá, em ponches e licores caseiros, saladas, molhos para peixe, arenques em conserva, aves e carne de porco, frutos do mar, legumes crus. sopas, sobremesas de leite e sucos de frutas. Deve ser adicionada ao alimento no final do preparo, pois perde o sabor com o cozimento.

Usos terapêuticos: É adstringente, analgésica, antialérgica, antiespasmódica, calmante, antiinflamatória, antimicrobian
a, antinevrálgica, anti-séptica, antiviral, carminativa, cicatrizante, digestiva, hipotensora, relaxante. Internamente combate: pressão alta, infecções virais (gripe, herpes, cachumba e varicela)ansiedade, cãibras intestinais, catarros crônicos, cólica, crise nervosa, depressão, dor de cabeça, dores nos olhos, dores espasmódicas das vias digestivas, enjôo, enxaquecas, epilepsia, espasmo, fadiga, gases, icterícia, insônia, irregularidades menstruais, má circulação sangüínea, palpitação, problemas digestivos, problemas nervosos, problemas hepáticos e biliares. Externamente combate: celulite, erupções, problemas de pele (limpa e cicatriza acne, revigorante, combate oleosidade), feridas, picada de inseto, e também é usado em perfumaria.

Usos domésticos: Misturar a seiva em produtos de limpeza de móveis.

Curiosidades:
A erva-cidreira também é conhecida como melissa que vem do grego e significa abelha, já que os insetos adoram o néctar produzido por esta erva. Uma lenda também afirma que o nome seria em homenagem à ninfa grega protetora das abelhas, Melona. É citada na Odisséia de Homero. Esta erva é usada há mais de dois mil anos, e seu chá é um dos mais apreciados ao redor do mundo. Os gregos a chamavam de “erva do mel de abelha”, e difundiram o seu uso por toda a Europa, na forma de chá com poderes medicinais. Na Inglaterra, no século XVII, além de atribuir-se a ela a atuação positiva sobre a longevidade, acreditava-se também que tinha poderes mágicos para atrair o ser amado.Na Malásia é cultivada em grandes quantidades, para a fabricação de perfumes.

Propriedades mágicas: Saúde, amor e sucesso.

Usos mágicos:

  1. Coloque algumas folhas frescas desta erva dentro de uma garrafa de um bom vinho. Deixe no sereno durante o período da Lua Crescente, retirando sempre a garrafa antes de o Sol nascer. Este vinho é poderoso filtro que deve ser oferecido à pessoa amada e irá favorecer um ambiente amoroso.
  2. Suas folhas secas, colocadas dentro de um pequeno saco de veludo vermelho e carregado sempre junto ao corpo, formam um poderoso amuleto que fará a pessoa encontrar um grande amor.
  3. Queime-a em incensos ao fazer feitiços relacionados a sucesso.
  4. Beba em chá após o término de um relacionamento amoroso ou qualquer outra dor emocional.
  5. Também é usado em feitiços de cura. Antigamente acreditava-se que se você prendesse folhas dessa erva à espada que lhe fez uma ferida, o sangue estancaria imediatamente. Apesar de feridas por espadas ser uma coisa rara (rs...) , hoje ainda é usado em sachês e incensos pra cura.
  6. Também é usado juntamente com outras ervas num macerado para combater o alcoolismo e outros males compulsivos.
  7. Ajuda a tomar decisões importantes na vida.
  8. Combate a timidez e estimula a confiança.

Nenhum comentário:

Selo do Magia se faz na Cozinha

create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!